,

A prática do simulado como peça-chave na 2ª fase da OAB!

Saiba como utilizar simulados para se preparar para a 2ª fase da OAB. Confira nossas dicas!

Passada a euforia da aprovação na primeira fase da OAB, é preciso retomar o foco porque a missão em busca da vermelhinha ainda não acabou. É hora de acelerar a preparação para a reta final do Exame de Ordem que é a 2ª fase do certame, momento onde os ‘oabeiros’ escolhem a matéria da sua preferência para buscar a aprovação final.

Assim, como uma forma de auxiliar os alunos nos dias que antecedem a prova da segunda fase, que o Ceisc oferece simulados especificamente voltados as matérias que envolvem a 2ª fase do certame, reforçando a importância de testar os seus conhecimentos diante de um momento tão decisivo para iniciar uma carreira de advogado, o simulado pode ser a peça-chave para aprovação.

Para isso, o Ceisc entende que os simulados têm uma participação essencial na preparação do candidato, que, além de otimizar o seu desempenho, é uma forma de se disciplinar até sobre questões além da avaliação, como horário, o que levar no dia da prova, vestir ou, até mesmo, comer, enquanto é realizada a produção da peça da segunda fase.

Ainda assim, vale lembrar que, mesmo sem o caráter definitivo da prova oficial, alguns concurseiros também podem enfrentar dificuldades ao enfrentar os simulados, a ponto de não obterem o resultado esperado, que não é motivo para desânimo, mas que acende um sinal de alerta para avaliar equívocos e ir com tudo rumo ao sucesso.

Mas inicialmente, para que serve um simulado?

O simulado nada mais é do que uma forma eficaz de preparação para o dia da prova. É um teste aplicado com a mesma sistemática do exame em questão. Nele são cobrados exatamente o número de questões da prova, as disciplinas e até mesmo temas de um edital, por exemplo. Entre os inúmeros benefícios para os que realizam o simulado, é o momento em que o candidato pode ver como a banca elabora as suas questões, além de outros detalhes inerentes à rotina do ‘oabeiro’ neste caso, além de aprender a controlar o seu tempo sem dispor de aparelhos eletrônicos.

Quais a vantagens do simulado?

Se testar e entender os seus limites. Investir em um simulado traz uma série de vantagens ao aluno, é através dele que é possível compreender como a prova funciona. Para aqueles que vão encarar a segunda fase da OAB pela primeira vez, fazer um simulado pode ser muito benéfico em especial para gerir as emoções e o tempo, evitando surpresas no dia do certame.

Ao ter contato com a sistemática da prova, o candidato consegue compreender melhor o seu funcionamento, a sua dinâmica e o nível de exigência da banca. Por se tratar da segunda fase da OAB, que é quando o aluno escolhe a matéria de sua preferência para elaborar uma peça dissertativa, é no simulado em que ele aplica todo o conteúdo estudado, dentro de um escopo em que ele tem total afinidade, afinal, a matéria para a 2ª fase do certame é da sua escolha.

O que é ressaltado neste post em que o professor Nidal Ahmad quando perguntado sobre a importância do simulado na busca pela aprovação, em especial quando o resultado ainda não é o esperado, mas que não será o definitivo: “Não é o simulado que vai definir o desempenho no dia da prova. Queremos que você consiga obter a aprovação, mas com segurança”, comenta o professor Nidal. 

Neste mesmo sentido, a mentora do Ceisc Camila Martins, na sua coluna de mentorias do Blog do Ceisc, de janeiro deste ano, destacou que o simulado é o momento de avaliar a sua jornada até a hora da prova, é a partir dele que é possível buscar uma melhora no desempenho e verificar o que não está sendo efetivo. A importância do simulado, em especial para segunda fase da OAB, é que se o aluno fizer o máximo de simulados possíveis neste período de preparação, segundo Camila no dia da prova só vai parecer que está fazendo mais um simulado, porque ele replicar diversas condições no dia da prova, o que de certa forma trabalha com o emocional do candidato.

Ceisc oferece simulado para segunda fase da OAB

Com o foco na segunda fase a todo vapor, o Ceisc está sempre atento e buscando o máximo para atender o anseio dos seus alunos na busca pela aprovação no Exame de Ordem. Nesse sentido, os simulados fazem parte da rotina do ‘oabeiro’ desde a 1ª fase do certame até a reta final de preparação na segunda.

Nesse sentido, os alunos são estimulados a realizar o simulado da matéria escolhida na segunda fase, onde a correção é feita nos mesmos moldes da FGV, o mesmo vale em relação a atribuição de pontos, para que o aluno tenha a exatidão necessária do que é preciso para aprovação.

Segunda fase tem entrega dos primeiros simulados

Para os alunos que estão se preparando para a prova da segunda fase, a terça-feira (21) marca a data de entrega dos primeiros simulados da 2ª fase. Abaixo, preparamos um tutorial exclusivo para envio do simulado pelo sistema:

Por fim, todos os apontamentos realizados pelo corpo docente do Ceisc são voltados para turbinar o conhecimento do aluno numa etapa importante que é a reta final do Exame de Ordem. Vale ressaltar que os comentários são personalizados de acordo com a necessidade de cada aluno de modo a auxiliar para que ele melhore seu desempenho e esteja preparado para o dia da prova.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Pular para o conteúdo