BM X Susepe: saiba os porquês de continuar estudando

Se você fez o concurso da Brigada Militar, a Susepe pode ser uma grande oportunidade

O final de 2021 e início deste ano estão sendo movimentados para os concursos públicos gaúchos, especialmente na área de Segurança. Tivemos, em novembro do ano passado, o anúncio do programa Avançar dedicado aos sistemas Penal e Socioeducativo, que contabilizam mais de R$ 465,6 milhões em investimentos. Estão inclusos nesse pacote a construção da nova Cadeia Pública de Porto Alegre (CPPA), 120 viaturas para a Susepe e quase R$ 30 milhões em aparelhamento bélico.

Depois do concurso para a Brigada Militar, ocorrido no dia 30 de janeiro, teremos a seleção de 80 agentes para a Superintendência dos Serviços Penitenciários do Rio Grande do Sul. Apesar do número baixo de vagas descritas em edital (contabilizando os postos de Agente Penitenciário, A.P. Adm. e Agente Superior Penit.) a possibilidade de chamamentos é muito maior.

No dia 20 de janeiro, a Susepe promoveu 207 agentes da classe A para B, abrindo novos espaços no nível inicial, e por conta dos investimentos previstos pelo Avançar, existe a possibilidade de um número ainda maior de convocações, como explicou a professora Taís Flores, durante nossa Análise de Edital.

Então, para você que estava se preparando para o concurso da Brigada Militar, as oportunidades não param por aí! Que tal compararmos os editais da BM e Susepe, e avaliarmos a a continuação dos seus estudos?

O que nossos professores pensam sobre os editais?

Para te ajudar na comparação entre os conteúdos solicitados por cada edital, nossos professores fizeram alguns comentários.

Língua Portuguesa

A professora Luana Porto nos contou que a relação de conteúdos presente em ambos editais é quase idêntica, fazendo com que o candidato para a Brigada Militar tenha a maior parte do preparo necessário.

“Se você se preparou para o concurso da Brigada Militar, saiba que o da Susepe está com 90% dos conteúdos exatamente iguais aos da BM. O que você precisa estudar a mais? Figuras de linguagem e recursos de argumentação.

Direito Constitucional

Quem estudou para a BM não precisa se preocupar quanto a Direito Constitucional, garante Taís Flores. De acordo com ela, “A Susepe delimitou muito mais este conteúdo, então é só ‘revisar y revisar’”.

Já em relação à Constituição Estadual, “O programa da Susepe é maior, mas, como você vai economizar tempo em relação à CF, pode usá-lo para estudar a parte teórica da CE/RS. Além disso, a Constituição Estadual costuma cair muito menos que a Federal nas provas”.

Quais conteúdos a mais teremos em Constituição Estadual?

  • Dos Princípios Fundamentais: Artigos: 1° e 2°;

  • Da Organização do Estado: Disposições Preliminares: Artigos: 3°; 5°; 6° e 7°;

  • Da Administração Pública: Artigos: 19; 20; 21; 23; 24; 26 e 27;

  • Dos Servidores Públicos Civis: Artigos: 29; 30; 31; 32; 33; 34;

  • 35; 36; 37; 44 e 45;

  • Do Poder Legislativo: Disposições Gerais: Artigo: 49:

  • Das Atribuições da Assembleia Legislativa: Artigo 52;

  • Do Poder Executivo: Artigo 78;

  • Das Atribuições do Governador: Artigo: 82;

  • Dos Secretários de Estado: Artigos: 85; 86; 87 e 90;

  • Do Poder Judiciário: Disposições Gerais: Artigos: 91; 92 e 93;

  • Do Tribunal de Justiça: Artigo: 94;

  • Dos Juízes de Primeiro Grau: Artigos: 98 e 99;

  • Do Ministério Público: Artigos 107; 108; 109 e 111;

  • Da Advocacia Geral do Estado: Artigos: 114 e 115;

  • Da Defensoria Pública: Artigos: 120 e 122;

  • Da Segurança Pública: Artigos: 124; 125; 126 e 127;

  • Da Brigada Militar: Artigo: 129;

  • Da Polícia Civil: Artigos: 133; 134; 135;

  • Do Instituto Geral de Perícia: Artigo: 136;

  • Da Política Penitenciária: Artigos: 137; 138 e 139.

Conhecimentos Gerais

De acordo com o Bruno Segatto, as grandes similaridades entre BM e Susepe continuam na área de Conhecimentos Gerais. “Cerca de 60% dos conteúdos de Atualidades você já abordou na preparação para a BM.”

Os tópicos que precisam de estudo a mais seriam, por exemplo, Cultura Popular, Personalidades, e questões envolvendo particularidades regionais, como Pontos Turísticos, Organização Política e Territorial etc.

Informática

Para o professor César Vianna, o conteúdo programático contido no edital da Susepe segue, aproximadamente, a mesma razão encontrada em Conhecimentos Gerais.

“Quase metade do edital é idêntico, e os demais itens não precisam ser estudados do zero. O que vimos na BM já é um grande alicerce. Essa é a tua grande chance de manter o foco e buscar a tua vaga para atuar na segurança pública”.

No edital da Susepe, os programas Word e Excel, do Pacote Office, são cobrados em versões mais novas que as presentes no edital da BM (2016, ante 2013). Os tópicos a mais são: Internet Explorer 11, Outlook Express e Outlook 2016.

Legislação Comum

Nesse tópico, mais uma ótima notícia: todos conteúdos apontados pelo edital da Brigada Militar constam no programa da Susepe:

  • Lei nº 11.340/06 – Maria da Penha;

  • Lei nº 12.288/10 – Estatuto Nacional da Igualdade Racial;

  • Lei nº 13.694/11 – Estatuto Estadual da Igualdade Racial;

  • Constituição da República Federativa do Brasil;

  • Constituição Estadual;

  • Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992 – Improbidade Administrativa;

  • Lei nº 9.455, de 7 de abril de 1997 – Define os crimes de tortura e dá outras providências.

Direitos Humanos

Entre os tópicos presentes na área de Direitos Humanos, o programa da Susepe contém três temas em comum:

  • Artigos: 5°; 6º; 7°; 8; 9°;10°; 14; 15; 16; e 17 da Constituição Federal (Direitos e Garantias Fundamentais);

  • Declaração Universal Dos Direitos Humanos – Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948;

  • Decreto n° 678, de 6 de novembro de 1992 – Promulga a Convenção Americana sobre Direitos Humanos (Pacto de São José da Costa Rica), de 22 de novembro de 1969.

Além desses itens listados, o professor Mateus Silveira destaca que “os tópicos de número 1 (Lei Federal nº 11.340/06), 2 (Lei Federal nº 12.288/10), 3 (Lei Estadual n 13.694/11) e 30 (Decreto Estadual nº 48.598/2011) são obrigatórios em todos os concursos para cargos ligados ao poder Executivo do Rio Grande do Sul”.

Matemática

Viu que a gente deixou o melhor por último, né? O edital da Susepe NÃO COBRA MATEMÁTICA! Ou seja, você ganhou muito tempo de estudo para os assuntos que serão cobrados a mais no concurso da Superintendência, comparados aos da BM.

Se Matemática não é seu forte, fique contente. O professor Dudan não gostou muito dessa ausência (sorriso não condiz com a realidade).

Confira nosso edital verticalizado!

Quer ter um guia para seu estudo? Então dê uma olhada em nosso edital verticalizado, que vai te ajudar a se programar para sua rotina de estudos.

Foto de capa: Rodrigo Ziebell /SSP-RS


Venha estudar para a Susepe com o Ceisc!

Concurseiro(a), vamos te ajudar a continuar seus estudos e buscar a sua vaga na Susepe. Além dos cursos para Agente Penitenciário, Agente Penitenciário Administrativo e um pacote especial com todos módulos comuns para Técnico Superior Penitenciário, estamos oferecendo o Upgrade Susepe, um intensivo preparado para potencializar sua revisão.

Além de todos esses cursos, vamos indicar conteúdos especiais para você, como uma análise sobre o último edital e entrevista com uma Agente Penitenciária, e uma reportagem sobre o Teste de Aptidão Física, onde conversamos com um preparador físico e avaliador de TAF na Susepe. Não perca!

Lembra que comentamos do Avançar para os sistemas Penal e Socioeducativo? Então, além de Brigada Militar e Susepe, que tal conferir nosso curso dedicado ao futuro certame da Fase? Clique aqui e veja nossas condições especiais!

E claro, disponibilizamos abaixo os editais da Brigada Militar e Susepe para que você possa começar já o seu preparo conosco.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Skip to content