Saúde mental é tema da redação do ENEM 2020!

Compartilhe

Psicóloga Caroline Maria Nunes

Em pleno janeiro branco (campanha realizada em prol de uma cultura da saúde mental na humanidade), tivemos o tema de redação do Enem 2020 abordando o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira. 

E o que esse tema nos convida a refletir?

Que é mais do que emergente inserirmos a promoção da saúde mental em nossas vidas. O aumento significativo de diagnósticos de transtornos mentais (tais como depressão e ansiedade) no ano de 2020, principalmente com o surgimento da pandemia, evidencia a necessidade de desconstruir preconceitos e estigmas sociais em relação ao adoecimento psíquico. 

O tema super pertinente e relevante do Enem 2020, nos propõe a pensar sobre a visão negativa e estereotipada de quem sofre algum tipo de doença mental e sobre o quanto a realidade brasileira é responsável por reforçar essa perspectiva, uma vez que as políticas públicas de assistência à saúde mental encontra-se em um cenário de ameaças.

Por isso, te convoco ao seguinte questionamento: quais ações voltadas à saúde mental a organização no qual você̂ trabalha/estuda realiza?

O silenciamento ensurdecedor sobre as doenças mentais, resulta na vivencia individualizada e solitária do sofrimento psíquicos, quando poderia ser compartilhado por meio de espaços de fala e de escuta coletivos.

Notamos o quanto ainda existe uma grande dificuldade do social de maneira geral em conseguir reconhecer o seu próprio sofrimento e o sofrimento do outro sem banalizar, criticar, julgar e diminuir. Hoje te convido a refletir se você vem reproduzindo normatizações em seus discursos que desvalidam a existência do sofrimento psíquico e o quanto isso poderá afetar você e suas relações.

O estigma associado a aqueles que já tiveram ou ainda sofrem com algum tipo de transtorno mental (depressão, ansiedade, bipolaridade, entre outros) criam barreiras sociais e esse alguém passa a ser alvo de discriminação. 

De uma vez por todas, precisamos entender que todos nós podemos vivenciar em algum momento de nossas vidas, algum adoecimento psíquico. Ainda mais quando o cuidado com a saúde mental é encarado como se fosse voltado somente para quem sofre por algum transtorno mental. Muitas pessoas evitam procurar por ajuda por vergonha e criam a ideia de que conseguem dar conta desse sofrimento sozinhas, o que muitas vezes, tende a agravar o quadro. 

Ainda, evite utilizar palavras como “louco”, “maníaco”, “problemático, “psicopata” de forma pejorativa, para denominar uma pessoa que não é apenas um diagnóstico. O estigma relacionado ao transtorno mental, releva o medo do desconhecido proveniente da falta de conhecimento e compreensão.

Por isso, reflita e compartilhe essa informação. Seguimos disseminando saúde mental como forma de prevenção e autocuidado.

Não feche os olhos para o cuidado para com a sua saúde mental e daqueles que te cercam. Abra a sua mente e estenda a sua mão. Nós podemos mudar essa realidade! 

Com carinho, da psicóloga Caroline. 💙

Por Equipe de Conteúdos CEISC

    Leave Your Comment Here

    Close Bitnami banner
    Bitnami