,

Planalto lança programa de combate ao racismo estrutural no serviço público

Programa faz parte de projeto liderado pelo Ministério da Igualdade Racial e que visa ampliar oportunidades para servidores negros em postos de liderança.

Mais um passo a favor da igualdade. O Governo Federal lançou na última quinta-feira (5) um programa de capacitação dos servidores para o combate ao racismo estrutural no serviço público e também para ampliar a ocupação de cargos de liderança por gestores negros.

A Formação de Iniciativas Antirracistas (Fiar), tem como objetivo fomentar o caminho para a igualdade racial. O programa prevê cursos sobre as reservas de vagas para gestores pretos ou pardos e avaliação da Lei 12.990, que destina 20% das vagas dos concursos públicos na administração pública federal para profissionais negros.

As ações, que serão estabelecidas de curto a longo prazo, serão desenvolvidas pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) em parceria com o Ministério da Igualdade Racial. De acordo com o Enap, algumas iniciativas começam ainda neste semestre, como uma turma exclusiva de servidores negros em capacitação de liderança e outra para mulheres negras.

Além disso, outras metas são desenvolver capacidades de atuação de servidores no enfrentamento ao racismo, inserir a questão de raça nos programas de capacitação e formação de servidores e realizar pesquisas e coleta de dados para o combate às desigualdades de gênero e raça no país.

Ministério da Gestão trabalha junto ao Governo Federal para anunciar novos concursos

Pensando em ampliar as oportunidades para futuros servidores negros, recentemente o Governo Federal que autorizou o provimento de 814 vagas pra o Ministério da Ciência e Tecnologia no último dia 10 de abril, promete anunciar mais concursos federais em breve. Quem garante é a ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, que informou através das suas redes sociais que está finalizando os detalhes junto ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com a ministra, há estimativa no orçamento deste ano para abertura dos concursos e que os órgãos com maior déficit de pessoal serão priorizados. Entre algumas delas, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), solicita aval para concurso com 2.408 vagas. O pedido é para ingresso em cargos de nível superior, sendo 1.503 de analista ambiental e 905 de analista administrativo.

Concursos que podem ser autorizados ainda em 2023

A partir dos movimentos dos ministérios da Gestão, Meio Ambiente e Previdência Social, existe a expectativa de que alguns órgãos federais devem receber o aval para novos concursos públicos. São eles:

  • Polícia Federal
  • INSS
  • Ibama
  • Agências Reguladoras

Vale lembrar, que os possíveis certames previstos, precisam receber o aval do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. A pasta do governo ainda não informou quais órgãos estarão autorizados a realizar novos concursos, mas que após o primeiro pacote de concursos federais, divulgado no último dia 10 de abril, mais outros dois blocos de autorizações devem ser disponibilizados até o final deste ano.

Chegou a hora de buscar a sua nomeação!

Com uma série de concursos previstos para este ano e a possibilidade de novos concursos para cargos federais, sabia que você pode sair na frente na sua preparação? Conheça os nossos cursos e vamos juntos buscar a sua nomeação!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Pular para o conteúdo