,

Fundação Cesgranrio é a banca escolhida para Concurso Nacional Unificado!

Empresa contratada será responsável pela organização do Concurso Nacional Unificado, previsto para o próximo ano.

Enfim, a espera pela banca acabou! Após dias de expectativa, a manhã desta sexta-feira (24) foi de confirmação importante para quem já mira o Concurso Nacional Unificado. Tudo porque o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), anunciou nesta sexta-feira (24) em seu portal oficial a escolha pela a Fundação Cesgranrio como banca responsável pelo CNU!

De acordo com o MGI, a opção foi definida ainda no inicio desta semana, mas por conta de trâmites jurídicos houve uma espera para realização do anúncio oficial. Estima-se que até o próximo dia 30 de novembro o contrato entre as partes seja assinado e assim publicado na edição do Diário Oficial da União.

Vale lembrar também, que a partir de agora a Fundação Cesgranrio ficará responsável pela elaboração e publicação do edital do Concurso Nacional Unificado que, de acordo com o cronograma do governo federal já divulgado, será lançado até o dia 20 de dezembro de 2023.

Escolha da banca foi definida após estudo técnico

Segundo o MGI, a definição da banca partiu de um Estudo Técnico Preliminar (ETR), que estabeleceu-se os requisitos necessários para as empresas que desejassem aplicar a prova do Concurso Nacional. O documento foi remetido a 12 instituições que já fizeram seleções de concurso público para qualquer uma das três esferas de governo.

Dessas 12, cinco apresentaram propostas para aplicação da prova e, desse conjunto, três atendiam a todas as condições previstas pela Equipe de Planejamento da Contratação. “Como as três empresas tinham as qualificações necessárias, decidimos pelo critério da economicidade, ou seja, por aquela que cobrou o menor valor pelo serviço”, explicou a diretora do MGI.

O estudo técnico preliminar foi a base do Termo de Referência (TR) do concurso. O TR trouxe alguns aperfeiçoamentos em relação ao documento anterior, que era ainda preparatório, por observação das próprias empresas. Por isso, a recomendação dos órgãos de controle foi a submissão do TR novamente às três bancas que estavam na disputa. As bancas analisaram o termo, ajustaram suas propostas e as apresentaram novamente ao MGI. A pasta selecionou a Fundação Cesgranrio, que ofereceu a proposta mais vantajosa para a Administração Pública, com o valor mais baixo.

A seleção da empresa ocorreu no começo da semana, seguindo o cronograma divulgado inicialmente, mas o Ministério da Gestão optou por aguardar o parecer jurídico final da Advocacia Geral da União para dar início ao contrato e fazer a divulgação.

Três empresas estavam na disputa para comandar o concurso

Anunciado no último dia 13 de novembro, três bancas estiveram na disputa pelo CNU até o inicio desta semana. Assim, de acordo com o MGI, as empresas que permanecem na disputa, foram classificadas após uma rodada de análise das propostas enviadas por cinco bancas interessadas, com duas sendo eliminadas do processo.

Sendo assim, disputaram a fase final de definição as seguintes empresas:

  • Cebraspe
  • Fundação Getulio Vargas (FGV)
  • Fundação Cesgranrio

Provas em fevereiro de 2024!

A prova tem data provável do dia 25 de fevereiro de 2024 – dividido em dois momentos na mesma data: 1º) Provas objetivas com matriz comum a todos os candidatos; e 2º) Provas específicas e dissertativas por blocos temáticos. Os resultados gerais da primeira fase devem ser divulgados até o final de abril de 2024 e o início dos cursos de formação, entre junho e julho do ano que vem.

Segundo o MGI, este projeto é inovador e ousado, que tem como objetivo estabelecer um critério de justiça de acesso às vagas públicas, afirmou o secretário de Gestão de Pessoas do MGI, José Celso Cardoso Jr. Segundo o secretário, estudos especializados indicam que esse formato unificado de provas, em detrimento daqueles que pretendem aferir conhecimentos, desde saída, muito especializados, tem sido capaz de selecionar melhor os futuros servidores e servidoras públicas, trazendo para o seio do Estado pessoas em geral íntegras e comprometidas com a esfera pública e as realizações da administração.

O certame será organizado a partir de uma Coordenação Geral composta pelo Ministério da Gestão e da Inovação (MGI), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), o Instituto de Pesquisa Econômico Aplicada (IPEA), a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e a Advocacia Geral da União (AGU). Este arranjo prevê também a participação ativa das comissões setoriais de cada um dos órgãos envolvidos, cujos representantes formariam o Comitê Consultivo/Deliberativo.

Aproveite as melhores condições na Black Friday do Ceisc!

Os cursos preparatórios para concursos do Ceisc são a chance de garantir a melhor preparação com metodologia de ensino comprovada, orientação de mentores especializados e direcionamento completo para estudar em casa, no seu ritmo. Você terá acesso a:

  • aulas;
  • revisões;
  • cronogramas;
  • resolução de questões;
  • materiais de apoio.

Durante a Black do Ceisc, você poderá adquirí-los com até R$ 600 OFF e R$ 100 de bônus na compra de um segundo curso.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Pular para o conteúdo