,

Concurso para DPE-RS registra mais de 25 mil inscritos!

Concurso aguardado desde o último ano, será marcado por ampla concorrência para os cargos de Analista e Técnico.

Para os candidatos que sonham com uma vaga na defensoria gaúcha, é melhor caprichar na preparação. Foi divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca que é responsável pela condução dos trabalhos no concurso para Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE-RS), a demanda de candidatos por vaga, no certame que tem provas marcadas para o mês de julho.

Ao todo, mais de 25 mil concurseiros aptos a concorrer as 65 vagas que estão em jogo para DPE-RS, tendo o cargo de Técnico (área administrativa) com a maior procura pelos candidatos, registrando mais de 14 mil inscritos. Confira a demanda de candidatos por vaga abaixo.

Analista

Técnico

Edital passou por retificação no mês de maio

Uma retificação no edital do certame no último dia 11 de maio, trouxe pequenas alterações no conteúdo programático para os candidatos que irão concorrer as vagas na área administrativa. As mudanças foram divulgadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em conjunto com a DPE-RS.

Confira a nova retificação no edital para DPE-RS:

Vale lembrar que o concurso está com as inscrições encerradas. O certame, que desde 2022 está entre os mais aguardados, em especial pelos concurseiros gaúchos, irá ofertar 65 vagas imediatas (36 para técnico, 29 para analista). As remunerações para Analista e Técnico são de R$ 7.794,11 e R$ 4.091,90 respectivamente. Confira os editais abaixo:

Técnico da DPE-RS

Analista da DPE-RS

Sobre as provas:

Técnico:

Para o cargo de técnico, estão previstas seis especialidades, com remuneração inicial de R$ 4.091,90, e 36 vagas ao todo.

  • Área Administrativa: 36 vagas;
  • Apoio especializado – Edificação: C.R.;
  • Apoio especializado – Logística: C.R.;
  • Apoio especializado – Segurança do Trabalho: C.R.;
  • Apoio especializado – Programador: C.R.;
  • Apoio especializado – Suporte de TI: C.R.

Os candidatos serão avaliados através de uma prova objetiva, com três blocos de conhecimento (Língua Portuguesa, RLM/Legislação, Conhecimentos Específicos) e terá, ao todo, 70 questões.

  • Língua Portuguesa: 20 questões;
  • Raciocínio Lógico-Matemático: 12 questões;
  • Legislação: 8 questões;
  • Conhecimentos Específicos: 30 questões.

Primeira retificação em edital foi pulicada em abril

Foi publicado no último dia 17 de abril, a primeira retificação no edital para Analista e Técnico da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE-RS). Segundo o documento, pequenas alterações nos textos e a inclusão de regras especificas, como o critério de desempate entre candidatos.

Confira a primeira retificação no edital para DPE-RS

Sobre as provas:

Técnico:

Para o cargo de técnico, estão previstas seis especialidades, com remuneração inicial de R$ 4.091,90, e 36 vagas ao todo.

  • Área Administrativa: 36 vagas;
  • Apoio especializado – Edificação: C.R.;
  • Apoio especializado – Logística: C.R.;
  • Apoio especializado – Segurança do Trabalho: C.R.;
  • Apoio especializado – Programador: C.R.;
  • Apoio especializado – Suporte de TI: C.R.

Os candidatos serão avaliados através de uma prova objetiva, com três blocos de conhecimento (Língua Portuguesa, RLM/Legislação, Conhecimentos Específicos) e terá, ao todo, 70 questões.

  • Língua Portuguesa: 20 questões;
  • Raciocínio Lógico-Matemático: 12 questões;
  • Legislação: 8 questões;
  • Conhecimentos Específicos: 30 questões.

Prova para técnico será no período da tarde

Para os candidatos as vagas de Técnico, a aplicação da prova, segundo o edital, está prevista para o dia 9 de julho, das 15h às 19h, nas cidades de Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas, Santo Ângelo, Santa Maria e Passo Fundo.

Analista

Já para o cargo de analista estão previstas 16 especialidades, com a seguinte disposição de vagas:

  • Área Jurídica – Processual: 29 vagas;
  • Contabilidade: C.R.;
  • Economia: C.R.;
  • Administração: C.R.;
  • Arquitetura: C.R.;
  • Engenharia Civil: C.R.;
  • Engenharia Elétrica: C.R.;
  • Engenharia Mecânica: C.R.;
  • TI/Banco de Dados: C.R.;
  • TI/Desenvolvimento de Sistemas: C.R.;
  • TI/Infraestrutura e Redes: C.R.;
  • TI/Segurança da Informação: C.R.;
  • Assistência Social: C.R.;
  • Psicologia: C.R.;
  • Comunicação Social: C.R.;
  • Farmácia: C.R.

Avaliação para analista acontece pela manhã

Diferente da prova para o cargo de técnico, a aplicação da prova para o cargo de analista da DPE-RS está prevista também para o dia 9 de julho, mas no período da manhã, entre 8h e 12h30min, nas mesmas cidades. Em relação a estrutura de prova, a avaliação segue a mesma lógica do cargo de técnico em sua etapa objetiva – com a mesma distribuição de questões por disciplina e total de 70 – e conta com o acréscimo da prova de redação.

Resumindo:

Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE-RS)

Cargo: Técnico e Analista

Vagas: 65 (50 imediatas + 50 CR)

Requisito: níveis médio e superior

Salário: de R$ 4.091,90 a R$ 7.794,11

Inscrições: ENCERRADAS

Provas: 9 de julho

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

E ainda dá tempo de se preparar!

É claro que nós estamos com tudo preparado para que você consiga a tão sonhada nomeação. Acesse já nosso site e confira nossos cursos para a Defensoria Pública do Rio Grande do Sul.

Aliás, temos uma surpresa para você: a gente sabe que nem sempre é fácil investir em um curso preparatório, e a nós queremos que você tenha total segurança de que encontrou a companhia perfeita para realizar seu projeto.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Pular para o conteúdo