,

Concurso Nacional Unificado alcança 1 milhão de inscritos!

Inscrições para o CNU seguem até o dia 9 de fevereiro pelo site da Fundação Cesgranrio. Provas em maio.

O sonho da nomeação no Concurso Nacional Unificado alcançou a marca do milhão. Foi assim que o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos celebrou nas suas redes sociais na última sexta-feira (26), que o CNU atingiu a marca de 1 milhão de inscritos que irão concorrer as mais de 6,4 mil vagas para 21 órgãos federais que estão com editais publicados para a seleção que terá a sua prova aplicada no mês de maio.

Confira a publicação do MGI

Ministério da Gestão anunciou retificações em editais na última sexta-feira (26)

Foi anunciado no início da tarde da última sexta-feira, dia 26 de janeiro, pelo Ministério da Gestão e Inovação (MGI) e publicado no Diário Oficial da União, uma série de retificações nos editais para o CNU.

De acordo com o MGI, Entre outras alterações, há atualizações da formação exigida, detalhamentos relacionados à remuneração de alguns cargos e a inclusão de tabelas de titulação, tanto na atribuição nos pontos no CNU quanto na remuneração de cargos.

Segundo o ministério, a orientação é para que os candidatos leiam as retificações com atenção, já que as alterações são pontuais, referentes apenas a uma ou outra particularidade de cargos específicos. Recomenda-se, portanto, a leitura do próprio edital de retificação.

Confira o edital de retificação na íntegra

Alterações abrange todos os blocos do CNU

No edital n° 1 (Infraestrutura, Exatas e Engenharia), o cargo de Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatística, especialidade Geoprocessamento, passou a incluir a formação em engenharia geológica ou geologia.

Para o cargo de Analista em Tecnologia da Informação, especialidade Tecnologia da Informação, previsto no edital n° 2 (Tecnologia, Dados e Informação), foi atualizada a tabela de atribuição de pontos por avaliação de títulos.

No edital n° 3 (Ambiental, Agrário e Biológicas), para o cargo de Tecnologista, foi atualizado o texto relativo à remuneração e incluído o quadro de retribuição por titulação. No caso do cargo de Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas, foi incluída a formação em engenharia geológica.

Ainda no edital n° 3, no caso do cargo de Auditor Fiscal Federal Agropecuário, especialidades de Farmácia e Química, foram apresentados novos pesos aos eixos temáticos. Já no edital n° 4 (Trabalho e Saúde do Servidor), foram atualizadas as informações da remuneração do cargo de Psicólogo da Advocacia-Geral da União.

No edital n° 5 (Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos), por sua vez, no cargo de Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário, foi excluída habilitação específica. Portanto, a formação exigida passa a ser certificado de conclusão ou diploma, devidamente registrado em Ciências Sociais ou graduação concluída em qualquer formação acompanhada de mestrado e/ou doutorado em Antropologia.

O edital n° 6 (Setores Econômicos e Regulação) passou a incluir a tabela de retribuição de titulação para os cargos de Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas e Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas.

No edital n° 7 (Gestão Governamental e Administração Pública), a habilitação em Jornalismo passa a ser exigência para o cargo de Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas, especialidade Comunicação Social, do IBGE. E foi incluída tabela de retribuição por titulação para dois cargos do mesmo órgão (IBGE): Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas e Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas.

Por fim, no edital n° 8 (Nível Intermediário), o IBGE, que antes estava como órgão listado na tabela 1, passa a estar vinculado à tabela 2. Também para cargos do IBGE, foi inserida tabela de atribuição de pontos para a avaliação de títulos.

O objetivo das retificações dos editais do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) é evitar ambiguidades e corrigir informações imprecisas, para garantir a observância dos princípios constitucionais da isonomia, da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da publicidade, da eficiência, eficácia e efetividade na seleção de agentes públicos para ingresso no serviço público.

Órgãos que retificaram seus editais:

  • Advocacia Geral da União (AGU)
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA)
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI)
  • Advocacia-Geral da União (AGU)
  • Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA)
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)
  • Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Governo Federal projeta mais de 3 milhões de inscritos no CNU

Ainda na última sexta-feira (19), a ministra da Gestão e Inovação, Esther Dweck, antecipou que mais de 100 mil candidatos haviam se inscrito nas primeiras horas de abertura das inscrições, o que para o governo, coloca a estimativa de que mais de 3 milhões de candidatos deverão concorrer as 6,4 mil vagas que serão oferecidas na seleção.

Inscrições até 9 de fevereiro

Para os interessados no CNU o valor da taxa de inscrição será de R$ 60,00 para vagas de nível médio e de R$ 90,00 para cargos de nível superior. Vale ressaltar que estão isentos desse pagamento os candidatos que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) aqueles que cursam ou cursaram faculdade pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) ou pelo Programa Universidade para Todos (ProUni); assim como aqueles que realizaram transplante de medula óssea.

O período de inscrições inicia no próximo dia 19 de janeiro até 9 de fevereiro. Para se registrar no CNU o candidato deverá acessar sua conta na plataforma Gov.br (serão aceitos todos os níveis – ouro, prata ou bronze). Em seguida, é necessário preencher os formulários e anexar os documentos exigidos no edital. No ato da inscrição, o candidato fará a escolha pela vaga pretendida, que estarão divididas em oito blocos temáticos.

Confira o EDITAL na íntegra abaixo

Vagas estão divididas em oito blocos temáticos

Com a oferta de 6,4 mil vagas imediatas, as oportunidades para o Concurso Nacional Unificado estão divididas em oito blocos temáticos onde estão distribuídas da seguinte forma:

CONHEÇA AQUI OS BLOCOS TEMÁTICOS DO CNU

CNU terá reserva de vagas para negros, indígenas e deficientes

Na coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (10), a Ministra da Gestão, Esther Dweck, confirmou que haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência, negros e indígenas, esse último exclusivamente para as vagas da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (FUNAI). A porcentagem da reserva de vagas fica distribuída da seguinte forma:

  • 5% para pessoas com deficiência
  • 20% para pessoas negras
  • 30% da FUNAI para indígenas

Fundação Cesgranrio será a banca do concurso unificado

Após dias de expectativa, a manhã do último dia 24 de novembro, foi de confirmação importante para quem já mira o Concurso Nacional Unificado. Tudo porque o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), anunciou em seu portal oficial a escolha pela a Fundação Cesgranrio como banca responsável pelo CNU!

De acordo com o MGI, a opção foi definida ainda no início da semana, mas por conta de trâmites jurídicos houve uma espera para realização do anúncio oficial. O contrato entre as partes foi assinado recentemente e assim publicado na edição do Diário Oficial da União.

Cronograma para o Concurso Nacional Unificado:

Publicação do Edital: 10/1/2024

Inscrições: 19/01 a 09/02/2024

Divulgação dos dados finais de inscrições: 29/02/2024

Divulgação dos Cartões de Confirmação: 29/04/2024

Aplicação das Provas: 05/05/2024

Divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redação: 03/06/2024

Divulgação Final dos Resultados: 30/07/2024

Início da Convocação para posse e Cursos de Formação: 05/08/2024

Foco na sua nomeação em 2024!

O edital para o Concurso Nacional Unificado chegou, e sabia que você começar hoje a sua preparação para aquele que será o ‘Enem’ dos concursos? Conheça o nosso preparatório completo para o Concurso Nacional Unificado e vamos juntos buscar a sua nomeação!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Pular para o conteúdo