,

Concurso da Polícia Civil de SP tem edital publicado

Provas serão no dia 22 de maio.

Na manhã deste sábado (19) foi publicado o edital do concurso para a Polícia Civil de São Paulo (PC-SP). De acordo com a oficialização, as provas serão aplicadas no dia 22 de maio pela banca Vunesp, com inscrições começando no dia 03 de março, e se estendendo até o dia 1º de abril. Ao todo, serão 2.500 vagas, dispostas entre cargos de Investigador e Escrivão de Polícia.

Sobre os cargos

CargoNívelVagasTaxa de InscriçãoRemuneração
Escrivão de PolíciaEnsino Superior1.600R$ 105,50R$ 3.931,18
Investigador de Polícia Ensino Superior 900R$ 105,50R$ 3.931,18

Etapas do concurso

O concurso contemplará as seguintes etapas:

  • Prova objetiva (caráter eliminatório e classificatório);

  • Prova escrita (caráter eliminatório e classificatório);

  • Investigação social (caráter eliminatório);

  • Prova oral (caráter eliminatório e classificatório);

  • Prova de títulos (caráter classificatório).

Prova Objetiva

A prova objetiva será composta por 80 questões de múltipla escolha e será realizada no dia 22 de maio de 2022. A prova terá a duração de 4 horas e será dividida conforme as disciplinas abaixo:

INVESTIGADOR:

Módulo 1

Língua Portuguesa15 questões
Noções de Direito 15 questões
Noções de Criminologia 10 questões

Módulo 2

Noções de Informática20 questões
Noções de Lógica 20 questões

ESCRIVÃO:

Módulo 1

Língua Portuguesa24 questões
Noções de Lógica 16 questões

Módulo 2

Noções de Direito e Criminologia20 questões
Noções de Informática 20 questões

Prova Escrita

A prova escrita avaliará o domínio do conhecimento do conteúdo das disciplinas deste edital e da norma culta, bem como o desenvolvimento dos temas na estrutura proposta, a adequação da linguagem, a articulação do raciocínio lógico e a capacidade de argumentação e será constituída por 4 (quatro) questões discursivas, abrangendo disciplinas objeto do programa definido no Anexo IV, conforme distribuição abaixo mencionada:

Investigador:

  • Língua Portuguesa – 01 questão
  • Noções de Direito – 02 questões
  • Noções de Criminologia – 01 questão

Escrivão:

  • Língua Portuguesa – 2 questões
  • Noções de Direito e de Criminologia – 2 questões

A prova escrita, corrigida pela Comissão do Concurso, será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, atribuindo-se até 25 (vinte e cinco) pontos para cada questão discursiva.

Investigação Social

Os candidatos aprovados na Prova Escrita serão submetidos à comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social, de caráter unicamente eliminatório, no intuito de identificar condutas inadequadas e reprováveis do candidato, nos mais diversos aspectos da vida em sociedade, incompatíveis com o exercício da função.

Prova Oral

A prova oral, gravada em áudio e vídeo, consistirá na arguição do candidato, em sessão pública, e versará sobre conhecimento das seguintes disciplinas relacionadas no Anexo IV deste Edital: Língua Portuguesa; Noções de Direito e de Criminologia; e Noções de Informática.

Prova de Títulos

Após a publicação do resultado da prova oral, os candidatos aprovados serão convocados por publicação no Diário Oficial do Estado para apresentação dos títulos. A prova de títulos é composta por pontuação de títulos relacionados à formação e experiência profissional do candidato, limitada ao valor máximo de 20 (vinte) pontos, na seguinte conformidade:

Diplomas em cursos de pós-graduação:

  • Doutorado reconhecido ou revalidado: 5 (cinco) pontos, até o limite de 5 (cinco) pontos;

  • Mestrado reconhecido ou revalidado: 4 (quatro) pontos, até o limite de 4 (quatro) pontos;

  • Especialização na forma da legislação educacional em vigor, com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas-aula, cuja avaliação considerou monografia de final de curso, nos termos da Resolução CNE/CES nº 1/2018: 2 (dois) pontos, até o limite de 4 (quatro) pontos;

  • Livro, de autoria exclusiva do candidato, vinculado às áreas do Direito, da Medicina Legal, da Criminologia ou da Segurança Pública com registro no International Standard Book Number (ISBN): 1 (um) ponto, até o limite de 3 (três) pontos;

  • Artigo, de autoria exclusiva do candidato, publicado até a data de publicação deste Edital, em revista especializada, com conselho editorial, vinculado às áreas do Direito, da Medicina Legal, da Criminologia ou da Segurança Pública, com registro no International Standard Serial Number (ISSN): 1 (um) ponto, até o limite de 2 (dois) pontos;

  • Exercício de docência em instituição de ensino superior, oficial ou reconhecida: 1 (um) ponto por ano de magistério, até o limite de 2 (dois) pontos.

Exame Psicotécnico

O exame psicotécnico, previsto no artigo 5º, § 3º, da Lei Complementar nº 1.151/2011, consistirá na aplicação de instrumentos e técnicas psicológicas voltadas à verificação de prognóstico do desempenho das atividades relativas ao cargo pretendido, em conformidade com a Resolução do Conselho Federal de Psicologia n° 02/16, observada a disciplina de testes aprovada pela Resolução do Conselho Federal de Psicologia n° 02/03.


Resumindo

  • Inscrições: 03/03 até 01/04;

  • Taxa de inscrição: R$ 105,00;

  • Data da prova: 22/05;

  • Cargos: Escrivão de Polícia (1600), e Investigador de Polícia (900);
  • Remuneração: R$ 3.931,18 (ambos os cargos);

  • Escolaridade: nível superior;

  • Banca: Vunesp;

  • Saiba como foi o último concurso


Já conhece nosso curso?

O Ceisc reuniu, em mais de 200 horas de conteúdo, todos os conteúdos cobrados pela Vunesp no certame de 2018 que detalhamos nesta matéria. Abaixo, você pode acessar nosso curso para Investigador e Escrivão na íntegra, e conferir as condições especiais oferecidas para ele!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Skip to content