Notas sobre a ansiedade: sintomas, causas e tratamento

Compartilhe

Devemos nos preocupar com o nosso lado psicológico também, principalmente neste momento de pandemia. Por isso, lançamos a nossa série de posts sobre saúde mental, com as dicas super importantes da nossa psicóloga Caroline Maria Nunes. Se você estiver interessado neste conteúdo, leia este post até o final e confira as dicas de práticas de cuidado com a saúde psicológica.

Psicóloga Caroline Maria Nunes

O que é a ansiedade?

O Transtorno de Ansiedade Generalizada caracteriza-se pela ansiedade e preocupação excessiva, no qual, sentimentos catastróficos se desenvolvem frente a uma ameaça que pode ser real, mas que também pode ser fantasiosa, acometendo grande parte dos estudantes. Geralmente, o período que antecede uma avaliação, costuma ser um período em que gera no aluno diversos sentimentos, entre eles a ansiedade. Por isso, muitos estudantes tendem a se sentir mais ansiosos nesse momento, requerendo acompanhamento especializado (psicológico e psiquiátrico) para manejo das crises de ansiedade.

A ansiedade frequentemente encontra-se associada a um medo e temor de alguma situação estressora, gerando nervosismo e preocupação excessiva que pode ser entendida como um estado em que se teme uma ameaça (que pode ser real ou imaginária) mas que de fato não se concretiza em muitos dos casos. A ansiedade costuma também gerar diversos sintomas físicos tais como: a angústia constante, palpitação, sensação de sufocamento, falta de ar, insônia, formigamento, tensão muscular, tremores, entre outros sintomas que tendem a ser paralisantes. Ainda, quem apresenta um comportamento ansioso costuma sentir a necessidade de controle e a dificuldade em lidar com as possíveis frustrações, justamente porque a autocobrança e auto exigência acabam se tornando cada vez maiores.

O que o estudante deve se questionar é se a ansiedade é em decorrência deste momento de avaliação ou de outros fatores internos que podem estar suscitando essa ansiedade. Às vezes pode ser os dois casos. Por exemplo, muitos estudantes já vão realizar uma avaliação estando fragilizados psiquicamente, passando por alguma situação pessoal que fora estressora. Tudo isso poderá interferir no desempenho daquele estudante ao realizar a avaliação e assim, poderá desencadear a ansiedade, como também poderá potencializar aquele sofrimento que já era existente, mas que de certa forma encontrava-se silenciado.

Outro fator importante de discutirmos, é a pressão e tensão psicológica que existem nesse período, principalmente advinda dos familiares, amigos e pessoas próximas. É muito difícil já por si só lidar com a autocobrança e as exigências internas e além disso, acaba se tendo também que lidar com as cobranças externas. É um grande desafio conseguir se desprender desses julgamentos, já que a autocobrança vai sendo alimentanda na medida em que surgem essas opiniões e influências externas. Tudo isso vai levando o estudante a procrastinação – deixando para estudar na última semana da prova, porque toda vez em que o aluno se depara com o conteúdo, a ansiedade acaba sendo suscitada novamente.

Por isso é importante de haver uma organização em relação ao tempo que se tem e primordialmente, uma preparação psicológica, por meio da psicoterapia, que irão ajudar a construir ferramentas para que esse momento aconteça da melhor forma possível e que não causem danos e prejuízos mais sérios a saúde mental do estudante.

Em relação as estratégias de manejo, existem diversas técnicas que podem auxiliar nesse processo de controle da ansiedade, mas isso acaba sendo muito específico para cada pessoa. A respiração pode funcionar para mim, mas pode não funcionar para você. Então é bem importante em que se possa haver uma identificação dos fatores desencadeantes da ansiedade para que se consiga construir conjuntamente por meio de um apoio especializado, estratégias de manejo que poderão lhe auxiliar no controle da ansiedade.

E se der branco?

Não se assuste, o branco faz parte do nervosismo e da adrenalina que envolvem esse momento. Vamos pensar que o branco representa uma nuvem que surge e impe que seja possível acessar o seu conhecimento, mas que aos poucos ela vai desparecendo, na medida em que você consegue se manter concentrado naquele momento. O “branco” significa que o conhecimento está presente, mas não pode ser acessado devido a pressão sentida pelo momento da avaliação. É importante se possível, que seja feito um trabalho prévio com um psicólogo que te ajude a compreender melhor o que está te impedindo de acessar o que você aprendeu até o momento. É porque você não está se sentindo seguro em relação a si mesmo? É porque você dúvida da sua capacidade?

E o que devo fazer antes da avaliação?

Alguns fatores que podemos pensar são fundamentais para esse momento de preparação que antecede a prova, iniciando pela organização. É muito importante que você tente organizar a sua rotina, se programar para iniciar os estudos com antecedência, porque estudar na véspera da prova não é indicado porque possivelmente poderá gerar ainda mais ansiedade. Dias anteriores a prova, procure realizar atividades que te proporcionem relaxamento e prazer, seja ler um livro que você goste, escutar uma música, fazer uma atividade física, já que ter um momento de pausa e conexão consigo mesmo poderá auxiliar na amenização dessa ansiedade.

Durante a prova, se bater aquela ansiedade, não tente controlá-la, pois quanto mais se evita a ansiedade com pensamentos do tipo: “Eu não posso ficar ansioso e nem tenso”, pior a situação acaba ficando. Então aceite esses pensamentos e se questione: “O que de tão ruim poderá acontecer? E se eu reprovar, o que isso irá mudar em minha vida? A prova é capaz de me definir?”

Se você reconheceu algum dos sinais ou sintomas descritos nesse material, procure um psicólogo ou um psiquiatra da sua confiança. Agende uma consulta e comece a cuidar da sua saúde emocional!

Conheça o CEISC

Se você ainda não conhece o CEISC, acesse o nosso site e conheça os preparatórios para a 1ª e 2ª Fases do Exame da OAB, ENEM e vestibulares, Concursos Públicos, Prática Jurídica e Pós-graduação em Direito. 

Por Equipe de Conteúdos CEISC

    Leave Your Comment Here

    Close Bitnami banner
    Bitnami