Não alimente pensamentos catastróficos, alimente perspectivas!

Compartilhe

Devemos nos preocupar com o nosso lado psicológico também, principalmente neste momento de pandemia. Por isso, lançamos uma série de posts sobre saúde mental, com as dicas super importantes da nossa psicóloga Caroline Maria Nunes. Se você estiver interessado neste conteúdo, leia este post até o final e confira as dicas de práticas de cuidado com a saúde psicológica.

Com o surgimento da pandemia e devido os adiamentos da prova, os sentimentos auto sabotadores se potencializaram, requerendo uma maior atenção. Pensamentos tais como “quanto mais a prova for adiada, mais difícil irá ser”; “eu não vou conseguir passar”; “acho que a prova não vai sair nesse ano”. E eu venho fazer a você o seguinte questionamento: alimentar esses pensamentos irão de fato lhe ajudar ou somente irá aumentar a ansiedade? De tanto repetir e afirmar para si mesmo sobre esses pensamentos, você irá se convencendo disso e tomando como verdade. Neste momento frente a tantas imprevisibilidades, alimentar perspectivas pode ser uma boa estratégia que nos ajuda a enxergar a luz no fim do túnel.

Mas de que forma fazer isso?

Primeiro, fortaleça a sua autoconfiança.

Você deve se orgulhar das batalhas internas que vem vencendo e enfrentando. Então valide o quanto você vem se esforçando, se dedicando e se preparando para esse momento. Para isso, evite as comparações. A sociedade se apresenta cada vez menos intolerante com as falhas, então vivemos nos espelhando em quem fantasiamos que tenha uma vida perfeita, que imaginamos e supomos que tem sucesso, que acerta em absolutamente em tudo e vamos buscando esse reconhecimento no outro, sem muitas vezes levar em consideração que esse outro também apresenta falhas assim como nós e que o que se mostra por aí nem sempre é real. Então a autocobrança só vai crescendo, na medida em que me puno quando não atinjo um resultado esperado. Além disso também é importante de se pensar sobre a auto sabotagem que nada mais é que pensamentos e comportamentos negativos em relação a si, de desacreditar em si mesmo e da sensação recorrente de não estar preparado. Muitas vezes o aluno acaba se subestimando sem nem ao menos tentar e arriscar. O medo de pensar na hipótese de não conseguir alcançar o resultado esperado, faz com que o aluno deixe de arriscar.

Segundo, lembre-se do percurso árduo que você percorreu e que fizeram você chegar até aqui.

Quando surgir a vontade de parar com os estudos ou de desistir, você deve fazer o seguinte questionamento: Por que eu estou estudando? Que portas se abrirão caso eu venha atingir esse objetivo?

Terceiro, visualize um futuro.

Fantasie sobre os desejos que você tem e comece a traçar caminhos para alcançá-los. Entenda que nem sempre esse futuro saíra conforme planejado e no tempo que desejamos, mas isso não quer dizer que você deva abandonar esse desejo. Para isso, terá que contar com novas estratégias.

Quarto, o resultado da prova, seja ele negativo ou positivo, não definirá o seu conhecimento.

Até porque tudo aquilo que foi estudado não foi perdido, não foi em vão, o conhecimento permanece armazenado de alguma maneira dentro de você. É muito importante você também se questionar sobre como você encara as avaliações em sua vida e como as enfrenta. O fato de já ter chegado até aqui, de ter dado esse primeiro passo, já significa uma tentativa em si mesmo. Por isso, mais do que um resultado, a prova significa uma possibilidade de testar o seu conhecimento bem como poder se desafiar e se testar.

E quinto, aprenda a se frustrar.

Em relação à frustração, é importante entendermos que ela faz parte do autoconhecimento. Fugimos o tempo todo de nos frustramos, esquecendo que é impossível passar pela vida sem passar pelas frustrações. Frustrar-se mais de uma vez por um mesmo motivo faz parte deste processo, criar expectativas, poder chorar, se sentir vulnerável e frágil. Lembre-se de que você não precisa provar que é capaz nem para si e nem para ninguém, e que você vem entregando aquilo que consegue neste momento.

Alimentar as perspectivas é identificar o que de fato tem sentido em nossas vidas e o que nos impulsiona a viver. Por isso, construa as direções pelas quais você deseja seguir!

Conheça o CEISC

Se você ainda não conhece o CEISC, acesse o nosso site e conheça os preparatórios para a 1ª e 2ª Fases do Exame da OAB, ENEM e vestibulares, Concursos Públicos, Prática Jurídica e Pós-graduação em Direito. 

Por Equipe de Conteúdos CEISC

    Leave Your Comment Here

    Close Bitnami banner
    Bitnami