, ,

Como controlar a ansiedade pelo resultado da OAB? Veja 4 dicas aqui!

Esperar a nota do exame de ordem não é um momento fácil, afinal foram vários meses de preparação e estudos para essa hora. Mas é possível controlar a ansiedade pelo resultado da OAB? Ficar ansioso nessa hora causa diversos problemas: falta de sono, mal-estar, redução da concentração etc., por isso é fundamental achar formas de reduzir esses sintomas e ficar mais tranquilo.

Pensando nisso, a seguir mostramos 4 dicas para fazer isso de forma fácil e saudável. Boa leitura!

1. Praticar atividades físicas regularmente

Uma das formas mais fáceis de controlar a ansiedade pelo resultado da OAB é praticar atividades físicas regularmente. Como isso é uma prática relativamente fácil de encaixar na rotina, é comum se adotar isso para minimizar o nervosismo.

O exercício físico é um redutor da ansiedade porque eleva a produção do neurotransmissor serotonina, que é uma substância que aumenta a sensação de prazer e satisfação.

Entretanto, é claro que isso não funciona com todas as pessoas: para algumas, praticar exercício não é uma atividade que traz prazer, e também há aqueles que têm alguma limitação de mobilidade e problemas físicos.

Por outro lado, uma boa forma de incorporar essa atividade no dia a dia é caminhar de três a quatro vezes por semana, durante meia hora. Além de ser um exercício físico relativamente fácil de fazer, ele traz tranquilidade.

2. Evitar pensamentos negativos

Outra forma eficiente de controlar a ansiedade, mas que pode ser um pouco mais difícil de colocar em prática é evitar os pensamentos negativos ou catastróficos do tipo “minha vida vai acabar se eu não passar na OAB”.

É fundamental ser realista em relação à gravidade do pior cenário, a reprovação na OAB. Isso porque sempre é possível fazer a próxima fase. Além disso, também há possibilidade de participar da repescagem e ter uma preparação melhor.

Mesmo assim, vale lembrar que continuar com esses pensamentos negativos na cabeça acaba trazendo algumas respostas prejudiciais no corpo e na mente. Portanto, quando surgir o pensamento de que você não irá ser aprovado na OAB tente imediatamente tirar isso da cabeça e pensar em outras coisas mais positivas e não se desesperar com a possibilidade de resultado negativo.

3. Aprender a controlar a respiração

Controlar a respiração com as técnicas corretas ajuda a diminuir as reações negativas do sistema nervoso autônomo, causando bem-estar e diminuição da ansiedade e nervosismo.

Para fazer isso, inspire lentamente pelo nariz e deixe a boca fechada: aqui é importante expandir o abdômen e não o peito. Depois deve-se expirar controladamente, expelindo o ar com a boca.

Essa respiração diafragmática ajuda a controlar a taquicardia, tremores, mal-estar do sistema nervoso e a ofegância. Isso reduz os problemas com ansiedade e seus sintomas.

Se for possível encontrar um local silencioso e calmo, você pode procurar por técnicas de relaxamento para fazer diariamente. Isso também ajudará a controlar o nervosismo.

4. Distrair-se com outras coisas

Uma boa dica para controlar a ansiedade na espera pelo resultado da OAB é distrair-se com outras coisas. Como já falamos, a atividade física é uma dessas possibilidades mas tente também ouras formas de lazer.

Saia com os amigos, curta momentos com a família, invista naquele hobby que estava meio esquecido, enfim, ocupe a sua cabeça com ouras coisas fora do meio jurídico.

Isso ajuda a “esquecer” a ansiedade pelo resultado e trará outros benefícios emocionais para você. É muito importante ter momentos para relaxar a cabeça e realizar atividades mais prazerosas.

Conhecer esses quatro meios de controlar a ansiedade pelo resultado da OAB fará muito bem para você: o nervosismo atrapalha vários aspectos do dia a dia e poder amenizar isso é muito bom. Não esqueça que uma boa preparação para a prova também ajuda consideravelmente na sua tranquilidade nessa hora.

Gostou das nossas dicas para reduzir a ansiedade? Por que você não entra em contato conosco para conhecer nossos outros cursos voltados ao mundo jurídico?

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Skip to content