“O final é sempre recompensador”: a rotina de um soldado da BM

Entrevistamos o soldado Marcelo Santos, que nos conta como é integrar o 9º Batalhão

Com inscrições até o dia 30 de dezembro, o novo concurso da Brigada Militar do Rio Grande do Sul selecionará 4.000 soldados para realizar o policiamento ostensivo no Estado. Para conhecermos um pouco mais sobre a rotina de um integrante da Brigada, convidamos o Marcelo Siqueira Santos, de 32 anos, e soldado do 9º Batalhão desde 2016, para nos contar sua experiência como policial militar.

– Marcelo, por que quisestes entrar para a BM?

M: Entrei na Brigada Militar porque sempre tive amor às carreiras policiais, em especial a militar, que atua diretamente com a população. É gratificante saber que ali estamos para servir, proteger e até mesmo ser aquele último ombro amigo para toda a população.

– Quais foram os maiores desafios que tu encarastes ao entrar na Brigada Militar?

M: O início da carreira policial militar se dá através de um curso de formação. O curso é realizado em diversas cidades dentro do Rio Grande do Sul, como por exemplo Porto Alegre, Montenegro, Osório, Rio Pardo, dentre outras. Este curso tem uma média de 8 meses, tendo que abdicar um pouco da família, das noites de sono e de uma alimentação regrada. Talvez a maior dificuldade ao entrar seja a mudança repentina da rotina, pois o curso exige dedicação exclusiva.

– E como tu comparas esse preparo recebido com a realidade de atuação nas ruas?

M: Dentro do curso de formação, o militar recebe treinamentos de combate e confronto urbano, e inicia o trabalho em equipe. Os militares passam por estágios supervisionados, atuando nas ruas e eventos em todo o Rio Grande do Sul. Como todo curso de formação, ações e horários são bem limitados. Após a formação, esse contexto muda um pouco. Os militares formados passam a trabalhar em diversas escalas diurnas e noturnas, atuam muitas vezes sozinhos ou entre colegas da mesma turma, não tendo aquela fiscalização ou ajuda do militar mais antigo que tinham no curso.

– Um ponto muito importante para a qualidade do serviço prestado pelo policial, assim como para a garantia do seu bem-estar, é o acompanhamento psicológico. Como tu enxergas a necessidade de manter a saúde mental em dia?

A nossa rotina nos coloca em situação de risco 24h por dia, tanto no horário de serviço como fora. Ao ingressar na carreira, temos que abdicar de certas coisas para nos resguardar. A BM possui psicólogos e psiquiatras, entretanto, apenas tem o acompanhamento quem realmente quer. Acho que o maior desafio para nós, militares, é manter a cabeça no lugar diante de tudo que presenciamos diariamente.

– Muitos dos que prestarão a prova para a Brigada estão, também, interessados em continuar seus estudos e terem promoções dentro da corporação. Como funciona o plano de carreira da Brigada Militar?

M: A carreira da Brigada Militar possui cargo/função dividida em ensino médio e superior. Ao entrar na BM pelo nível médio, o militar inicia como soldado, podendo chegar à função de 1° Tenente. O Militar, após concluir cinco anos de efetivo serviço, pode começar a caminhada para o posto de 2° Sgt. ou aguardar ser chamado por tempo de serviço. O posto de 1° Sgt. se dá apenas por tempo de serviço ao militar que já possui o posto anterior. Por fim, o posto de Tenente é alcançado através de concurso interno ou por antiguidade. Ao ingressar para a Brigada Militar como nível superior, o militar inicia com a função de Capitão, passando por Major e Tenente Coronel, até chegar ao cargo de Coronel. Os avanços são temporais ou por merecimento, não exigindo um concurso interno.

– O que tu poderias deixar de dica para o futuro brigadiano que está lendo tua entrevista?

Que venham para a Brigada Militar por amor à profissão, por vontade de proteger e ajudar quem precisa, e não pelo salário. Nunca deixe ninguém te desmotivar e enfrente as diversidades com a cabeça erguida; o final é sempre compensador. E a dica mais valiosa que posso dar é: nunca deixe de estudar, e sempre busque o melhor dentro da sua carreira.

Foto: Cesar Lopes/ PMPA

Já conhece nossos cursos?

Visite o site do Ceisc e confira as condições especiais sendo oferecidas para você, que busca sua nomeação em 2022! Corra e garanta seu acesso!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Skip to content