FASE-RS: como foi o último concurso

Saiba como foi a última seleção de Agentes Socioeducadores na Fundação

Aos poucos, vão surgindo novidades relacionadas ao aguardado concurso para Agente Socioeducador da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul (FASE), e a expectativa para a publicação do edital aumenta cada vez mais.

Em setembro deste ano, foi publicado no Diário Oficial gaúcho a contratação da banca Instituto Mais de Gestão e Desenvolvimento Social (IMais) para a realização do certame. E, em novembro, o Governo do RS anunciou a expansão do projeto Avançar para os Sistemas Penal e Socioeducativo, que prevê grandes investimentos e expansão da atual infraestrutura.

Com isso, estudamos o último concurso realizado para a função de Agente Socioeducador, analisamos a estrutura do certame e traremos, nesta matéria, detalhes para te ajudar a estudar para o futuro concurso.

Como foi a última prova

O concurso, realizado em 2012 sob responsabilidade da Fundação La Salle, selecionou Agentes para 33 vagas, nas cidades de Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Pelotas, Passo Fundo, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana, e conteve três etapas: prova objetiva, de aptidão física e avaliação psicológica.

A avaliação objetiva conteve três matérias (Informática, com 10 questões de peso 1; Língua Portuguesa, com 10 questões de peso 2; e Conhecimentos Específicos e Legislação, com 20 questões de peso 3), com cinco alternativas (A, B, C, D, E) e com pontuação máxima de 90 pontos, sendo 45 pontos o mínimo para classificação.

O teste de aptidão física foi realizado nas etapas de corrida (2.100m para homens e 1.800m para mulheres, ambos em 12 minutos) e teste de barra (sendo dinâmico e prevendo o mínimo de duas repetições para homens, e estático com tempo mínimo de suspensão de 15 segundos para mulheres). Por último, a avaliação psicológica foi realizada por profissional inscrito no Conselho Regional de Psicologia (CRP).

Cargo e provimento

De acordo com o edital de 2012, o Agente Socioeducador é responsável por executar o atendimento direto aos adolescentes, à luz das determinações previstas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE) e do Programa de Execução de Medidas Socioeducativas de Internação e Semiliberdade do Rio Grande do Sul (PEMPSEIS).

Em relação ao vencimento devido, o edital sinaliza o valor básico em R$ 1.349,91, para uma jornada de 40h semanais. Considerando a remuneração, há um adicional de 40% por penosidade, e 18% para incentivo socioeducativo. Os benefícios providos são:

  • Vale-refeição, no valor mensal de R$ 599,04;

  • Coparticipação na assistência médica;

  • Vale-transporte;

  • Auxílio à educação infantil no valor de R$ 248,00, e;

  • Seguro de vida coletivo.

Foto: Marcelo Vaz/FASE-RS


Já conhece nossos cursos?

O Ceisc preparou um curso especialmente dedicado ao futuro concurso para Agente Socioeducador da Fase do Rio Grande do Sul. São mais de 55 horas de conteúdo, produzido por nossos professores e embasado no edital detalhado pela matéria.

Acesse nosso site, e confira mais detalhes sobre a metodologia Ceisc e nossas condições especiais!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Skip to content