Como mandar bem nas questões objetivas da OAB? Descubra aqui!

Compartilhe

Nervosismo próprio das provas, proximidade com a vida de advogado, seu sonho a poucos passos. Mandar bem nas questões objetivas da OAB pode ser difícil com esse cenário que causa tanta ansiedade. Mas é possível, e você sabe disso!

Para obter bons resultados na primeira fase do exame da ordem, é preciso estar bem preparado. Os desafios podem ser superados se você adotar estratégias que ajudam a melhorar sua performance. Neste post, nós listamos algumas dicas para você conseguir arrasar na primeira fase da OAB. Confira!

Faça a leitura dos enunciados atentamente

Por mais ansioso que você esteja, respire fundo e leia atentamente o enunciado da questão. A leitura atenta é o primeiro passo para compreender o que está sendo exigido. Ela evita que você caia nas pegadinhas.

Algumas questões serão curtas e objetivas. Outras serão mais complexas. Dê atenção a elas, porque tendem a ter enunciados longos. A capacidade de interpretar o que é pedido é meio caminho andado. Ela esclarece pontos importantes que te darão subsídios para resolver a questão. Portanto, fique atento!

Elimine alternativas absurdas

Para mandar bem nas questões objetivas da OAB, você precisa trabalhar com alternativas plausíveis. Certamente, uma ou mais alternativas virão com um conteúdo absurdo. Elimine-as imediatamente. Quando você identifica as alternativas irreais, aumenta sua confiança e suas chances de encontrar a resposta correta.

Ainda que você não tenha domínio do conteúdo exigido na questão, não deixe de ler atentamente as alternativas para eliminar algumas. Elas existem, acredite.

Circule o que é pedido no enunciado

Todo estudante já passou batido por uma palavra do enunciado que muda completamente a resposta. Um “exceto” no fim da frase ou um pedido para marcar a alternativa falsa são comuns nas provas. Por isso, se você quer mandar bem nas questões objetivas da OAB, circule o que o examinador pede como resposta.

Essa é a forma de você chamar sua própria atenção para o que deve ser marcado na questão. Isso também traz agilidade para o momento da revisão, quando você fará a transcrição para o gabarito.

Evite generalizações

“Jamais”, “sempre”, “nunca”. As generalizações no Direito são muito perigosas e incomuns. Em geral, apontam para uma alternativa incorreta, exceto quando existe a pegadinha que acabamos de mencionar sobre passar batido pelo pedido exato.

Quer um exemplo? A pena de morte no Brasil é admitida em casos de guerra declarada, mas vem uma alternativa dizendo que ela nunca é permitida. Parece que a alternativa é correta, porque, em situações normais, é proibida. No entanto, ela é permitida naquele caso.

Destaque as palavras mais importantes

Mandar bem nas questões objetivas é também vencer o cansaço. Com tantas questões e horas de prova, é normal que sua atenção caia aos poucos. Para facilitar a interpretação das questões, destaque as palavras mais importantes, além do que é pedido pelo enunciado. O que resume o assunto principal? Apareceu o termo “correto”, “incorreto”, “exceto” ou “somente”? Destaque. Assim, você reduz suas chances de erro por equívoco na interpretação.

Esses macetes para mandar bem nas questões objetivas da OAB ajudam você a realizar uma boa prova, mas o auxílio de um curso específico certamente pode otimizar sua preparação. O CEISC, com experiências únicas e conteúdos de qualidade, prepara o estudante para que ele trace boas estratégias na hora da prova.

Interessado? Então, que tal conhecer o curso ideal para você?

Por Equipe de Conteúdos CEISC

    Leave Your Comment Here

    Close Bitnami banner
    Bitnami