Cuidar da sua saúde mental durante a preparação para a prova é fundamental: Saiba o porquê!

Cuidados com a saúde mental pode ser a peça-chave na preparação para buscar o resultado esperado numa prova.
Psicóloga Caroline Maria Nunes

Por:

Caroline Nunes

Falar sobre saúde mental se apresenta uma demanda cada vez mais urgente pois estamos vivendo em um momento em que muitas pessoas se encontram adoecidas psicologicamente e hesitam em procurar por ajuda, principalmente pelos estigmas e preconceitos que são criados em torno do cuidado com a saúde mental.

Deste modo, percebe-se que muitas vezes se é dado uma ênfase maior ao cuidado da saúde física, esquecendo-se do corpo enquanto totalidade, já que mente e corpo são aspectos indissociáveis. Há uma busca incessante de olhar para fora e uma evitação de se confrontar com a dor e o sofrimento e isso, poderá acarretar prejuízos emocionais.

Sempre costumo dizer que admitir reconhecer que precisamos contar com o apoio de um profissional jamais será sinônimo de fraqueza, e sim um ato de coragem em querer enfrentar os seus problemas, até porque problemas todos nós temos, mas quem vai ao psicólogo é quem quer enfrentá-los. Por isso, cuidar da saúde mental é abrir portas para o autoconhecimento, evitar o adoecimento e criar estratégias de como lidar com as adversidades da vida.

Sabemos que o período que antecede a prova é marcado por pressão e tensão psicológicas, se tornando um momento muito difícil do aluno lidar com suas emoções e sentimentos, principalmente porque a autocobrança e as exigências vão aumentando, suscitando sintomas ansiosos além de diversos adoecimentos físicos somatizados devido à sobrecarga emocional.

Mas como preparar-se emocionalmente para este momento? Quais estratégias emocionais podemos construir?

– Buscando por apoio psicológico para que você se visualize em situações mais desconfortáveis que geram frustração, bem como desenvolvendo recursos psíquicos para lidar com as adversidades que podem ocorrer frente ao momento de avaliação;

-Reconhecendo suas próprias fragilidades e aprendendo a lidar com seus sentimentos e emoções, podendo levar você da reprovação à aprovação;

– Valorizando o quanto vem se dedicando para este momento, bem como explorando suas próprias potencialidades;

-Construindo o seu autoconhecimento, pois poderá impactar diretamente no seu rendimento. Lembre-se que quanto mais você se conhece, maior será a probabilidade de identificar suas limitações e o que por vezes impede de conseguir obter a aprovação desejada;

– Acreditando em você. Resgate o percurso que fez você chegar até aqui e se orgulhe das batalhas internas que vem enfrentando. Foram muitas noites mal dormidas, privações de momentos de lazer com amigos e família para viver este momento tão esperado. Por isso, perceba que você vem entregando o seu melhor de acordo com o que você consegue e esta será uma etapa em que você irá testar os seus conhecimentos.

– Sabendo aproveitar o processo e não apenas o resultado final. Por mais difícil que seja, não perca a sua leveza e a possibilidade de cuidar de você ao acolher as suas vulnerabilidades. Nenhuma aprovação deve custar a sua saúde mental.

– Se permitindo a errar e a se frustrar. Lembre-se de que você não precisa ser perfeito ou ter que atingir um ideal. Vivemos em um mundo que nos contam somente sobre os acertos, o sucesso, as vitórias e apagam as dificuldades presentes em nossas vidas, não possibilitando um entendimento e clareza para lidar com as falhas quando elas ocorrem. Por isso acolha as suas vulnerabilidades e valide a possibilidade de se permitir arriscar em seus desejos.

Respeite o seu próprio tempo e entenda que ainda que a prova represente um momento de transição em sua vida, ela não define quem você é e o seu valor.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunas Relacionadas

Posts relacionados

Pular para o conteúdo