Prova de redação da banca Instituto Consulplan: o que você precisa saber para se preparar?

Prepare-se para a prova de redação da banca Instituto Consulplan. Conheça o que é preciso saber e arrase na prova!
Professora Luana Porto

Por:

Luana Porto

A redação, em provas de concurso público, pode ser requisitada em questões discursivas sobre o conteúdo programático ou próprio do cargo ou em prova de redação. A banca INSTITUTO CONSULPLAN é uma banca que transita muito bem entre os dois tipos de prova. E, neste post, vamos focar no estilo de prova de redação, que implica abordagem de temas contemporâneos, observando-se o estilo da banca nos últimos certames. 

Em 15 de janeiro de 2023, a banca aplicará prova de redação para os cargos de nível médio e superior do Ministério Público de Minas Gerais. Então, momento oportuno para saber o que esperar da prova e como se preparar para a escrita. 

No processo de preparação para a prova de redação em prova da banca CONSULPLAN, três ações são essenciais: 

  • Ler com atenção os textos motivadores para se “ambientar” como o tema, mas lembrar que os textos apresentados não devem ser copiados na redação; 

  • Treinar a redação dissertativo-argumentativa, pois esse é o formato de redação que a banca exige; 

  • Observar temas de provas anteriores para conhecer o perfil da banca e buscar leitura sobre temas de temáticas semelhantes. 

Como deve ser o texto a ser produzido na prova? 

Deve ser um texto que demostre informatividade (conhecimento atualizado sobre o tema) e argumentação (opinião fundamentada) sobre uma dada temática. 

Além disso, há outros traços essenciais: 

1. A redação deve apresentar a estrutura dissertativo-argumentativa, havendo: 

  • introdução, com contextualização do tema e tese a ser defendida; 

  • desenvolvimento, com exploração de pelo menos dois argumentos diferentes para comprovar a tese; 

  • conclusão, com parágrafo objetivo que pode sintetizar a ideia central sobre o tema apresentada no texto ou expor uma reflexão ou intervenção para a solução de problema se o tema permitir essa abordagem. 

2. Há necessidade de uso adequado de elementos coesivos e atenção a regras gramaticais. 

Assim, se você quiser introduzir justificativas para uma afirmação, introduza-as com conetivos causas, como porque, já que, posto que, uma vez que

Agora, se você explorar citações de pensadores para construir argumentos, use conetivos como conforme, de acordo com, segundo. E lembre-se de que as ideias acionadas precisam ser associadas à sua linha de raciocínio e não podem ficar “soltas” no parágrafo. 

Sobre questões gramaticais, cuide emprego de vírgulas, acento e crase, evite frases muito longas e muito curtas e mantenha progressão textual. 

3. Elaborar uma boa redação implica, ainda, saber escrever e ler o que se pede na proposta de redação, atendendo ao solicitado. Por isso, a importância de treinar a escrita por meio de redação de textos sobre temas anteriores apresentados pela banca. 

Exemplos de temas de redação de concursos anteriores: 

Instituto Consulplan – 2021 – TJM-MG – Analista Judiciário – Analista Judiciário 

Instituto Consulplan – 2022 – Câmara de Parauapebas – PA – Redator Legislativo 

Dúvidas comuns sobre a prova de redação 

Podem surgir, na elaboração da redação, algumas dúvidas: 

Que tipo de linguagem adotar na introdução: pessoal ou impessoal? 

Pessoal ou impessoal, sem mesclar as formas discursivas. 

Há um número mínimo e máximo de linhas para redação de cada parágrafo? 

Não, mas é interessante não haver discrepância entre os parágrafos. Normalmente, a introdução e a conclusão são partes menores do texto.  

Se não for apresentada a tese na introdução, a redação é zerada? 

Não, pois a avaliação é do texto como um todo. O importante é ter a tese nos primeiros parágrafos para ser desenvolvida. Por isso, orientamos registrar a tese na introdução.  

Qual a extensão da redação solicitada pelo Instituto Consulplan? 

Normalmente, o mínimo é 20 e o máximo é 30 linhas. 

Como é avaliada a redação pela banca? 

O edital de cada prova geralmente define isso, mas é importante observar que a banca costuma cobrar: 

  • Argumentação e informatividade dentro do tema proposto – AI (originalidade, suficiência, correção, relevância e propriedade das informações); 

  • Coerência e Coesão – CC (organização adequada de parágrafos, continuidade e progressão de ideias, uso apropriado de articuladores); 

  • Morfossintaxe – M (emprego de pronomes, relação entre as palavras, concordância verbal e nominal, organização e estruturação dos períodos e orações, emprego dos tempos e modos verbais e colocação de pronome); 

  • Pontuação, acentuação e ortografia – PO. 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunas Relacionadas

Posts relacionados

Pular para o conteúdo