O que estudar primeiro em língua portuguesa para ter bom desempenho em concurso

Saiba o que estudar primeiro em língua portuguesa para ter bom desempenho em concurso. Confira nossas dicas!
Professora Luana Porto

Por:

Luana Porto

Engana-se quem pensa que é preciso apenas dominar disciplinas específicas para o cargo ao qual vai concorrer em concurso. Muitos certames têm na prova a disciplina de língua portuguesa, cujo conhecimento ajuda também para a interpretação e análise de questões de outras áreas. Não só por isso, mas também pelo fato de a língua portuguesa ser fator que reprova muitos candidatos em concurso, é preciso dedicar tempo e atenção especial a ela. 

Você precisa saber que, nas provas de língua portuguesa, vai haver questões de interpretação de texto e de conhecimentos linguísticos e gramaticais. Vamos abordar aqui apenas as questões linguísticas. Para você compreender os estudos linguísticos, fazemos uma associação: imagine que a área dos estudos da língua portuguesa seja uma árvore cheia de galhos, em que cada galho é um campo específico de compreensão do idioma. Assim, vamos ter várias subáreas de abordagem, e cada uma delas têm um foco diferente: 

O que estudar primeiro em língua portuguesa? 

O estudo em língua portuguesa deve seguir a ordem natural para compreensão da estrutura das palavras, sua escrita e organização de frases. Assim, o ideal é começar a estudar ortografia. 

Ortografia é a parte da gramática que se ocupa da forma correta de palavras. É por meio dessa área que você vai saber, por exemplo, que dia a dia não tem mais hífen e que ideia não é acentuada graficamente. É também nesse campo que se estudam as regras de acentuação gráfica que, muitas vezes, aparecem em questões de preenchimento de lacunas nos textos. 

E qual a sequência mais adequada para os estudos? 

Depois de estudar a ortografia, o caminho é conhecer um pouco mais sobre a estrutura e emprego das palavras, dedicando-se à morfologia. É nesse campo que você vai saber a importância da origem das palavras e processos de criação delas, assim como a função de cada palavra numa frase. Pense: qual a diferença entre as duas perguntas a seguir: “qual o sentido de vida?” e “qual o sentido da vida?”. E qual a diferença de sentido entre as expressões “mulher grande” e “grande mulher”? Ao se debruçar sobre o estudo das dez classes de palavras, a resposta a cada uma dessas questões será mais facilmente alcançada. 

Por fim, deve-se primar pelo estudo da sintaxe, área que vai permitir a compreensão da estrutura das frases, a posição dos termos em uma oração e vai proporcionar o domínio das normas gramaticais, como emprego de pontuação, de pronomes, a regência e a composição dos períodos. É assim que você pode, por exemplo, perceber a diferença de sentido de “assistir” em “Fui assistir a uma peça de teatro” e “O médico assistiu um estagiário, fazendo diagnóstico inadequado de urgência de atendimento”.  

Tudo isso quer dizer que a ordem natural para estudar língua portuguesa para concurso é a seguinte: 

Para a disciplina de língua portuguesa em concurso, os candidatos devem prestar atenção a quê? 

  1. Ao edital, que indica de forma direta os conteúdos a serem estudados; 

  1. Ao perfil de abordagem dos conteúdos pela banca, pois um mesmo tema pode ser abordado de forma diferente a depender da organizadora do concurso; 

  1. Aos temas mais recorrentes as provas da banca, o que pode ser conseguido por cursos que disponibilizam mapeamento de provas por banca; 

  1. Ao material didático para estudo: quanto mais completo, melhor; 

  1. À lista de questões: treinar a resolução de perguntas, o que pode favorecer a memorização de conteúdos e de estratégias para alcance de resposta certa; 

  1. Às anotações pessoais, que podem indicar dúvidas a serem sanadas ou alertas que não podem ser esquecidos ao revisar a disciplina antes da prova; 

  1. Aos simulados que são fornecidos por cursos preparatórios e se constituem em meios para consolidar conhecimento e vivenciar hipoteticamente a situação de prova. 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

6 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunas Relacionadas

Posts relacionados

Pular para o conteúdo