Cinco erros das redações em concurso

Professora Luana Porto

Por:

Luana Porto

Em concursos que exigem prova de redação, o treino e de escrita é fundamental. E nesses treinos, é preciso ficar atento para não apresentar caminhos de produção de texto que indicam desconto de nota e erros.

Selecionamos cinco erros que são fatores que geram desconto de nota:

  1. Não prestar a devida atenção do tema da redação pode trazer sérios prejuízos na qualidade do texto e na nota, incluindo um possível efeito de zerar a redação. Como isso acontece? Basicamente quando o candidato não desenvolve EXATAMENTE o tema da proposta. Exemplo: Se a proposta é produzir um texto dissertativo-argumentativo sobre “Como não se deixar influenciar sobre fanatismos”, não se pode escrever, de uma forma mais genérica, sobre fanatismo e seus tipos (religioso, político, racial etc) desconsiderando a especificidade que o tema impõe, pois este sinaliza uma reflexão sobre “estratégias para não se deixar influenciar pelo fanatismo”. Da mesma forma, precisa ser contextualizada a abrangência do fanatismo, que, no caso pode ser exemplificado comum dos tipos de fanatismo. Além disso, é preciso considerar outro ponto chave da proposição: “influência”. Este termo sinaliza a necessidade de discussão sobre a perspectiva de que ideias ideológicas e nem sempre reflexivas podem influenciar a forma de muitas pessoas pensarem e agirem.
  2. Um dos itens de avaliação das redações está atrelado ao uso adequado da modalidade culta da língua. Porém, é usual que os candidatos confundam esse requisito com uso de “verborragia”. Sabe o que é isso? O uso, muitas vezes infundado, de termos e expressões pouco usados e rebuscados, com intuito de deixar o texto prolixo. Esse cuidado não comprova o domínio da norma culta, como é requerido na prova. Pode até surtir um efeito contrário, facilmente perceptível: o esvaziamento de ideias, ocultado por um palavreado que pouco mostra a competência linguística do redator.
  3. As redações esperadas em concurso são textos escritos e não orais. Isso quer dizer que é preciso escrever um texto para ser lido e não para ser falado, como se o autor e seu interlocutor estivessem em uma roda de conversa. A exigência do uso da escrita requer, dessa forma, não só um cuidado especial na seleção de termos, evitando-se as gírias, palavras com marcas da oralidade, mas também atenção à grafia. Escrever graficamente errado as palavras da língua portuguesa torna-se um fator prejudicial na avaliação. Então, na dúvida quanto à grafia de uma palavra, a primeira dica é: substituir por outra que você tenha certeza de como se escreve. Segunda dica: estudar ortografia e acentuação gráfica. Terceira dica: prestar atenção nas palavras novas que conhece, procurando saber como elas são corretamente escritas. Três erros gráficos já são suficientes para um desconto de até três pontos em avaliação de algumas bancas. Você sabia disso?
  4. Na ânsia de fazer o texto e passar a limpo, é comum que os candidatos escrevam um texto corrido, sem paragrafação. Ou seja, a redação é um bloco, formado por somente um parágrafo. As ideias podem estar de acordo com a proposta, sem desviar-se dela, no entanto um texto de um parágrafo na redação do ENEM é altamente danoso. O resultado? Perda de muita pontuação na competência que avaliação a organização textual. Então, não esqueça que a redação que exige produção de texto dissertativo-argumentativo precisa ser elaborada em mais de um parágrafo com um foco específico em cada um deles. Por quê? Porque esse tipo de texto exige uma organização sequencial de introdução, desenvolvimento e conclusão, o que torna adequada uma organização de redação em pelo menos três parágrafos, um para cada parte.
  5. No fluxo do pensamento, as ideias vêm rapidamente a nossa mente. Mas a redação em prova de concurso exige que esse fluxo tenha organização e clareza. Entre outros fatores, isso indica que todas as informações de um parágrafo precisam ser organizadas em períodos e frases, conectados por uma relação lógica. Então, escrever um parágrafo com apenas uma frase longa é um enorme risco que precisa ser evitado.

Dicas:

  • Pelo menos duas frases em cada parágrafo, com uma progressão de ideias entre elas de forma a não dizer duas vezes a mesma coisa;
  • Procure redigir o parágrafo na forma de parágrafo-padrão, o que vai ser útil para uma redação completa e clara em cada parte do texto.

Gostou dessas orientações? Elas são apenas o começo de um curso que pode levar você à aprovação em concurso, já que a redação pode ser uma das provas e é eliminatória e classificatória.

Para estar preparado para elaborar uma excelente redação, conheça os cursos de redação do Ceisc.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunas Relacionadas

Posts relacionados

Skip to content