Anotar ou não anotar, eis a questão

Você tem dúvidas sobre o que e como anotar durante os estudos? Veja neste artigo as vantagens e desvantagens de anotar e como aproveitar melhor suas anotações!
Camila Lopes - Mentorias

Por:

Camila Martins

Dentre tantos sentimentos que rondam o aluno que se prepara para a OAB, destaca-se o medo em esquecer as informações estudadas. Para combater essa insegurança, muitas vezes o aluno realiza anotações longas que tomam muito tempo e energia.  

Esse estilo de estudo é o que chamo de “transcrição da aula”, em que o aluno anota tudo que é abordado pelo professor. Apesar de, momentaneamente, reduzir a insegurança do esquecimento, esse método é pouco eficaz e exige esforço redobrado para ser colocado em prática.  

Prejuízos das anotações longas  

  • Anotar tudo implica em perder o foco na aula  

A prioridade passa a ser a anotação da mensagem e não a explicação informada. É o caso daquele aluno que se concentra tanto na escolha da cor da caneta ou no formato da letra que apenas replica o conteúdo tratado, sem filtrar ou internalizar a informação.  

  • O tempo para fazer tantas anotações impossibilita a sequência do estudo 

As anotações longas “roubam” muito tempo do examinando, impossibilitando o estudo de outros assuntos ou a sequência do método, com a resolução de questões.  

  • Anotações longas por vezes não são revisitadas  

Quando digo que as anotações longas provocam uma redução momentânea na insegurança, refiro-me à dificuldade prática para que esses materiais sejam relidos. Pense ter 3 páginas de anotações para cada aula, ao final do curso você terá um material mais extenso para revisar do que o próprio material oferecido no curso. 

Como realizar anotações pontuais? 

Anotar é um processo importante, desde que seja usado em seu real benefício. Muitos alunos relatam que somente aprendem o conteúdo se o anotarem. Esse ponto faz muito sentido, se a anotação for feita de forma objetiva, tendo lógica para quem o escreve, a anotação serve para reter melhor as informações e ainda, ser utilizado como material de revisão. 

Aqui vão algumas dicas para melhorar as suas anotações:  

1) Leia o material antes de assistir à videoaula 

Ter um contato prévio com o conteúdo permite que o aluno se familiarize com os tópicos a serem abordados em aula. Dessa forma, ao acompanhar a explicação do professor torna-se mais fácil identificar o que é importante e merece ser anotado.  

2) Procure 5 títulos principais da videoaula 

Eu sei que parece que tudo é MUITO importante, mas pense comigo: se você copiar tudo, ao final nada se destacará! Ao buscar os 5 títulos principais você se certifica de que entendeu o que foi abordado em aula, porque só é possível resumir ou indicar o que é mais importante, se você tiver entendido o contexto geral. 

Inicialmente é difícil limitar as anotações, mas te afirmo que a construção desse hábito facilitará o seu processo inteiro de estudo!   

A indicação é para que você comece procurando os 5 títulos principais da videoaula e a partir deles desenvolva um esquema do seu raciocínio em palavras-chave.  

Por ser uma mudança de comportamento, no começo desse processo você poderá anotar frases que montem o esquema do seu raciocínio e conforme avança no estudo, procurar reduzir para palavras-chave.  

Exemplo | Anotações da aula de Direito Civil – Direitos da personalidade 

3) Utilize flechas, siglas, desenhos  

No seu esquema use e abuse das flechas de interligação de ideias, elas ajudarão a retomada do seu raciocínio quando estiver revisando. Vale criar esses esquemas simples durante a leitura do material também! Pode escrever na beirada da página para facilitar a localização. 

As siglas e desenhos também ajudam muito na memorização, além de necessitarem de menos tempo para sua anotação e substituírem frases longas.  

Exemplo – sigla: um exemplo bem conhecido é o “LIMPE” que faz referência aos cinco princípios da Gestão Pública: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.  

Você pode utilizar essa sistemática de siglas para outros conteúdos e disciplinas! 

Exemplo – desenho: você não precisa ser um grande desenhista, basta transformar o conteúdo em imagem para gravar a informação mais facilmente.  

Figura 1: Permitido pela legislação 

Figura 2: Proibido pela legislação 

4) Use post-its e deixe-os em locais visíveis  

Facilita muito deixar suas anotações coladas em um local de fácil visualização. Por exemplo: acima da sua mesa de estudos, na geladeira, ao lado da cama, etc. 

Uma dica é utilizar cores diferentes para cada disciplina, para o seu cérebro se adequar a essa organização das anotações e ser mais fácil relembrar delas. Não se preocupe em fazer anotações perfeitas, o que importa é fazer sentido para você!  

Espero que esse material te auxilie a usar o seu tempo de estudos com maior eficiência e dinamicidade. Procure colocar em prática as dicas trazidas e avalie a diferença na sua preparação. Se esse conteúdo foi útil a você compartilhe com alguém a quem possa auxiliar!  

Abraço, 

Camila Martins 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

6 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunas Relacionadas

Posts relacionados

Pular para o conteúdo