OAB 1° e 2° fase

Não alimente pensamentos autos sabotadores sobre a prova. Alimente perspectivas!

Alimentar perspectivas pode ser uma boa estratégia para ajudar a conter elementos que podem atrapalhar na hora da prova.

Última atualização em 20/02/2024
Compartilhar:

Com a possibilidade da prova se aproximando, os sentimentos auto sabotadores poderão se potencializar, requerendo uma maior atenção. Pensamentos tais como “acho que essa prova será muito difícil”; “eu não vou conseguir passar”; “acho que a prova não vai sair nesse ano”. E eu venho fazer a você o seguinte questionamento: alimentar esses pensamentos irão de fato lhe ajudar ou somente irá aumentar a ansiedade?

De tanto repetir e afirmar para si mesmo sobre esses pensamentos, você irá se convencendo disso e tomando como verdade. Neste momento, mesmo que a insegurança possa estar se fazendo presente, alimentar perspectivas pode ser uma boa estratégia para nos ajudar a enxergar as infinitas possibilidades quando apostamos naquilo que desejamos.  

Mas de que forma você pode fazer isso?

Primeiro, fortaleça a sua autoconfiança. Você deve se orgulhar das batalhas internas que vem vencendo e enfrentando. Então valide o quanto você vem se esforçando, se dedicando e se preparando para esse momento. Para isso, evite as comparações. A sociedade se apresenta cada vez menos intolerante com as falhas. Vivemos nos espelhando em quem fantasiamos que tenha uma vida perfeita, que imaginamos e supomos que tenha sucesso, que acerta em tudo e vamos buscando esse reconhecimento no outro, sem muitas vezes levar em consideração que esse outro também apresenta falhas assim como nós e que o que se mostra por aí nem sempre é real.

A autocobrança só vai crescendo, na medida em que você se pune quando não atinge um resultado esperado. Além disso também é importante de se pensar sobre a autos sabotagem que nada mais é que pensamentos e comportamentos negativos em relação a si, de desacreditar em si mesmo e da sensação recorrente de não estar preparado. Muitas vezes o aluno acaba se subestimando sem nem ao menos tentar e arriscar. O medo de pensar na hipótese de não conseguir alcançar o resultado esperado, faz com que o aluno deixe até mesmo de tentar.

Segundo, lembre-se do percurso árduo que você percorreu e que fizeram você chegar até aqui. Quando surgir a vontade de parar com os estudos ou de desistir, você deve fazer o seguinte questionamento: Por que eu estou estudando? Quais portas se abrirão caso eu venha atingir esse objetivo?

Terceiro, visualize um futuro. Fantasie sobre os desejos que você tem e comece a traçar caminhos para alcançá-los. Entenda que nem sempre esse futuro saíra conforme planejado e no tempo que desejamos, mas isso não quer dizer que você deva abandonar esse desejo. Para isso, terá que contar com novas estratégias.

Quarto, o resultado da prova, seja ele negativo ou positivo, não definirá o seu conhecimento, até porque tudo aquilo que foi estudado não foi perdido, não foi em vão, o conhecimento permanecerá armazenado dentro de você. Estudar não deve ser algo padecedor. Lembre-se que esse período é transitório e ele também irá terminar. É muito importante você também se questionar sobre como você encara as avaliações em sua vida e como as enfrenta. O fato de já ter chegado até aqui, de ter dado esse primeiro passo, já significa uma tentativa em si mesmo. Por isso, mais do que um resultado, a prova significa uma possibilidade de testar o seu conhecimento, bem como poder se desafiar e se testar.

E quinto, não deixe o medo de errar paralisar você. Em relação à frustração, é importante entendermos que ela faz parte do autoconhecimento. O medo, de modo geral, é o maior sabotador que existe. Ele nos impede de ir em busca dos nossos sonhos, de prosperar e arriscar. Fugimos o tempo todo da frustração, esquecendo que é impossível passar pela vida sem passar pelas frustrações. Frustrar-se mais de uma vez por um mesmo motivo faz parte deste processo de crescimento, criar expectativas, se sentir vulnerável e frágil. Lembre-se de que você não precisa da aprovação do outro e que você vem entregando aquilo que consegue neste momento.

Você não irá saber o que tem pela frente, se não tiver coragem para tentar. O caminho do crescimento não é feito somente de acertos, mas também de erros, afinal, é errando que se aprende. Viver é embarcar rumo a novas possibilidades. As vezes o tempo que você programou e planejou, terá que ser revisto e mais flexível, para que tolere falhas, dúvidas, medos e incertezas. E como é importante acreditar em si para poder se aventurar em suas escolhas, tendo a certeza de que a vida é feita de tentativas, frustrações, erros e acertos.

Busque se fortalecer através da sua rede de apoio. Alimentar as perspectivas é identificar o que de fato tem sentido em nossas vidas e o que nos impulsiona a viver. Por isso, construa as direções pelas quais você deseja seguir!

00

Fale com a gente

Converse com a equipe de Vendas Ceisc pelo Whatsapp ou então tire suas dúvidas com o Atendimento Ceisc pelo e-mail para atendimento@ceisc.com.br