Concursos

Fundação Carlos Chagas divulga programação para concurso do TRT-14

A prova acontece no próximo domingo, e oferta uma vaga para técnico e a formação de cadastro reserva.

Última atualização em 20/02/2024
Compartilhar:

Assim como no concurso do TRT-17, a Fundação Carlos Chagas publicou as orientações aos candidatos que devem participar do concurso para o Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (AC) e (RO).

A prova, que acontece no próximo domingo (11), oferta uma vaga para técnico judiciário e a formação de cadastro reserva para analista.

Confira a disposição das provas para o TRT-14:

Manhã

Cargos:

Técnico Judiciário – Área Administrativa              

Técnico Judiciário – Tecnologia da Informação

Abertura dos portões: 08h00min

Fechamento dos portões: 08h30min

Duração: 4h30min

Tarde

Cargos:

Analista Judiciário – Área Administrativa             

Analista Judiciário – Área Judiciária

Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal

Analista Judiciário – Tecnologia da Informação 

Abertura dos portões: 14h00min

Fechamento dos portões: 14h30min

Duração: 4h30min

Como serão as provas?

Previstas para 11 de dezembro, as provas objetivas e discursivas serão aplicadas nas capitais Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC). A estrutura das avaliações seguirá o mesmo padrão para todos os cargos

  • Analista Judiciário - Área Administrativa
    Conhecimentos gerais (20 questões, peso 1): Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio-Lógico, Legislação.
    Conhecimentos específicos (40 questões, peso 3): Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Administração Pública, Noções de Orçamento Público, Noções de Gestão de Pessoas.
    Prova discursiva (redação, peso 1).

  • Analista Judiciário - Área Judiciária
    Conhecimentos gerais (20 questões, peso 1): Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio-Lógico, Legislação.
    Conhecimentos específicos (40 questões, peso 3): Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho, Direito Civil, Direito Processual Civil.
    Prova discursiva (estudo de caso, peso 1).

  • Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador Federal
    Conhecimentos gerais (20 questões, peso 1): Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio-Lógico, Legislação.
    Conhecimentos específicos (40 questões, peso 3): Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho, Direito Civil, Direito Processual Civil.
    Prova discursiva (estudo de caso, peso 1).

  • Analista Judiciário - Tecnologia da Informação
    Conhecimentos gerais (20 questões, peso 1): Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio-Lógico, Legislação.
    Conhecimentos específicos (40 questões, peso 3).
    Prova discursiva (estudo de caso, peso 1).

  • Técnico Judiciário - Área Administrativa
    Conhecimentos gerais (20 questões, peso 1): Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio-Lógico, Legislação.
    Conhecimentos específicos (40 questões, peso 2): Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Administração Pública, Noções de Direito do Trabalho, Noções de Direito Processual do Trabalho.
    Prova discursiva (redação, peso 1).

  • Técnico Judiciário - Tecnologia da Informação
    Conhecimentos gerais (20 questões, peso 1): Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio-Lógico, Legislação.
    Conhecimentos específicos (40 questões, peso 2).
    Prova discursiva (redação, peso 1).

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas no mesmo dia, sendo o turno da manhã destinado aos cargos de nível médio, e da tarde para os de nível superior.

O padrão de julgamento das provas objetivas seguirá a avaliação estatística comum à FCC, como expressado no item 9 do edital.

Para os cargos que possuem, como prova escrita, a modalidade redação, serão corrigidas as provas até a seguinte colocação:

  • Analista Judiciário - Área Administrativa: 160ª posição (ampla concorrência), 40ª posição (autodeclarados negros);
  • Técnico Judiciário - Área Administrativa: 800ª posição (ampla concorrência), 200ª posição (autodeclarados negros);
  • Técnico Judiciário - Tecnologia da Informação: 80ª posição (ampla concorrência), 20ª posição (autodeclarados negros).

Já para modalidade estudo de caso, as provas serão corrigidas até as seguintes posições:

  • Analista Judiciário - Área Judiciária: 480ª posição (ampla concorrência), 120ª posição (autodeclarados negros);
  • Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador Federal: 240ª posição (ampla concorrência), 60ª posição (autodeclarados negros);
  • Analista Judiciário - Tecnologia da Informação: 80ª posição (ampla concorrência), 20ª posição (autodeclarados negros).

De acordo com o edital, a publicação do resultado preliminar das provas deve ser realizada em 31 de janeiro do próximo ano, e está previsto para 20 de abril a finalização do processo de seleção.


Resumindo

  • Data da prova: 11/12;

  • Cargos: Analista Judiciário (Área Administrativa, Área Judiciária, Oficial de Justiça Avaliador Federal, Tecnologia da Informação; Técnico Judiciário (Área Administrativa, Tecnologia da Informação);

  • Vagas: 01 (Técnico Judiciário - Tecnologia da Informação) + C.R.;

  • Remuneração: R$ 7.591,37 (Técnico), R$ 12.455,30 (Analista), R$ 14.271,70 (Analista - Oficial de Justiça Avaliador Federal);

  • Escolaridade: nível médio (Técnico) e superior (Analista);


Ceisc prepara revisão de véspera para TRT 14 e 17

No próximo dia 10 de dezembro (sábado), o Ceisc prepara uma super revisão de véspera para os TRT's 14 e 17. Com inscrições gratuitas, a atividade promete passar pelos principais conteúdos cobrados pela banca responsável pelo concurso. Com inscrições gratuitas, a atividade terá dicas essenciais para aqueles que sonham com a nomeações nos tribunais.

00

Fale com a gente

Converse com a equipe de Vendas Ceisc pelo Whatsapp ou então tire suas dúvidas com o Atendimento Ceisc pelo e-mail para atendimento@ceisc.com.br